Imprimir

 Raramente se está preparado(a) para um bebé prematuro.Apenas na gestação de gémeos se espera uma gravidez mais curta. A maioria das mulheres fica surpreendida e afectada pelo fim repentino da gravidez.


É perfeitamente normal que as emoções não sejam tão rápidas como os acontecimentos e resultem  em ansiedade e depressão em vez de permitirem desfrutar da felicidade da maternidade. É fácil culpar-se a si mesma: perguntar o que teria feito de errado, porque razão o bebé quis sair do útero tão cedo?

 

.

Fatores que poderão estar associados ao parto prematuro

.

 1 - Antecedentes maternos: 

          - Doenças maternas.

          - Antecedentes de partos prematuros ou abortos de repetição.

          - Idade da mãe (menor de 18 anos e maior de 35 anos).

.

2 - Causas relacionadas com a gravidez:

          - Síndrome de HELLP (também conhecido por eclampsia).

          - Técnicas de reprodução assistida que se associam a gravidez múltipla.

          - Infecções urinárias.

          - Rotura prematura de membranas (rebentamento das águas).

          - Diabetes/Hipertensão.

          - Insuficiência cervical (fraqueza do colo do útero).

          - Placenta prévia (a placenta está totalmente alojada sobre o colo do útero).

          - Malformações do feto.

          - Gravidez não controlada.

  

3 - Outros factores:

          - Situações de stress físico e psíquico.

          - Hábitos pouco saudáveis: Tabaco, álcool e drogas.

          - Acidente por impacto.