No dia 17 de Novembro comemora-se, pelo segundo ano, o Dia Internacional de Sensibilização para a Prematuridade, pretendendo sensibilizar as populações para a problemática da prematuridade.
Em Portugal a taxa de prematuridade em 2009 foi de 8.8% do total de recém-nascidos vivos, tendo também nascido 8.2% de bebés com peso inferior a <2500 g; a nível nacional os bebés nascidos com menos de 32 semanas e/ou 1500g totalizaram cerca de 1% do total de recém-nascidos vivos.

 

O bebé prematuro caracteriza-se pela imaturidade do seu organismo, tendo por vezes necessidade de ser ventilado artificialmente, bem como de ser alimentado nas veias. É também mais vulnerável a determinadas enfermidades e mais sensível a determinados factores externos, podendo mais facilmente adoecer. O risco associado a esta situação revela-se tanto mais elevado quanto maior foi o grau de prematuridade e menor for o seu peso, muito em particular nos bebés que nascem com um peso inferior a 1500g.
 
É muito importante que os pais de um bebé prematuro conheçam a patologia própria destas crianças. Para isso, é necessário que exista uma boa comunicação entre os pais e as equipas médicas e de enfermagem que se encontram encarregues de cuidar do bebé. Aos pais deverá ser dada a confiança suficiente, para que possam expor livremente as suas dúvidas e preocupações, assim como, deverão ser criadas todas as condições para que os mesmos possam usufruir do seu bebé, desenvolvendo-se, desta forma, laços afectivos fortes, que tão importantes são para ambas as partes. 

O serviço de Neonatologia do CHAA - Guimarães,celebrou no passado dia 12 este evento (ver video).
 




Ser Prematuro®  2007 - 2017                                                                                                                                              O autor agradece  a colaboração de todos os pais